Plano de Ação Epis

Em 19 de maio de 2016 foi aprovado, em Assembleia-geral, o plano de ação para o novo ciclo de gestão 2016-2018:

EPIS – A CONSTRUIR O FUTURO

Ajudar a construir o futuro da Educação e da Formação Profissional em Portugal, garantindo o direito de todos os jovens a uma carreira escolar com sucesso, pelo menos até aos 12 anos de escolaridade, através das seguintes prioridades:

 

1. Promover o sucesso escolar das crianças e jovens em Portugal, dos 6 aos 24 anos, com programas metodológicos desenhados e testados no terreno pela EPIS e disseminados em parceria com o Estado: a. Potenciar o sucesso escolar de todas as crianças dos 6 aos 10 anos, ao longo do 1.º ciclo de escolaridade. b. Combater o insucesso escolar dos jovens dos 10 aos 24 anos, no 2.º e 3.º ciclos de escolaridade, Ensino Secundário e Cursos de Aprendizagem.

2. Promover a orientação, formação e inserção profissional dos jovens acompanhados pela EPIS, contando com o apoio dos voluntários dos Associados e Parceiros.

3. Apontar caminhos inovadores e boas práticas que sejam indutoras de progressos significativos nos processos e sistemas educativos e formativos: a. Construir uma agenda EPIS de investigação, em parceria com equipas universitárias, que permita identificar caminhos inovadores para o «ataque» aos principais desafios da actualidade. b. Continuar a promover novas práticas de liderança nas escolas, em linha com as melhores práticas de gestão organizacional existentes.

4. Continuar a conquistar simpatia e apoios para a causa da inclusão social dos jovens promovida pela EPIS.

 

Linhas orientadoras para 2016-2018

 

1. Confirmar-se como a mais impactante causa da Sociedade Civil pela inclusão social das crianças e jovens em Portugal através da Educação e Inserção Profissional, num exemplo continuado de cooperação intersetorial.

2. Ser uma referência nacional e internacional na inovação e teste no terreno, com resultados cientificamente comprovados, e na disseminação e internalização no Estado de novas boas práticas de promoção do sucesso escolar dos 6 aos 24 anos.

3. Continuar a “ganhar o coração dos portugueses”, apostando numa comunicação simples e clara para as pessoas, que apele aos valores e emoções.

4. Consolidar uma larga e diversificada base de apoio empresarial e institucional, com crescente representatividade social e distribuição geográfica em todo o país, no Continente e Ilha.

 

 

Faça o download do PDF